Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher

Assinala-se hoje mais um Dia Internacional da Mulher, mas foi só em 1975 que a ONU celebrou, pela primeira vez, o dia 8 de março como o Dia Internacional da Mulher.
Foi o culminar oficial de uma luta pela igualdade de género que começou a ter destaque público no final do século XIX e que, ainda hoje, está longe de ficar concluída.
Se é verdade que os princípios da igualdade estão consagrados na lei, não menos verdade é que continuamos a saber que a desigualdade entre homens e mulheres continua a fazer-se sentir em várias dimensões da nossa sociedade: no acesso à educação, no acesso ao mercado de trabalho, na desigualdade salarial, na progressão profissional e, até mesmo, na perpetuação de alguns estereótipos de género que parecem difíceis de eliminar da linguagem e comportamentos quotidianos.

Neste Dia Internacional da Mulher, mais que celebrarmos as conquistas alcançadas pela determinação e coragem das mulheres que têm desempenhado um papel fundamental na nossa sociedade, é o momento apropriado para continuarmos, homens e mulheres, a exigir mais mudanças para uma efetiva igualdade de género.
Porque, nos dias de hoje, o facto de ser mulher ainda implica demasiadas vezes ter de escolher seguir entre dois caminhos: o de ser mãe/esposa e o de ser agente social, económico e político. Porque todos nós temos que assumir a responsabilidade de fazer cruzar estes caminhos, porque acreditamos que a relevância dos papéis ao nível social, económico ou político não deve ser medida apenas pelo género, o Executivo da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro, enaltecendo o exemplo das muitas mulheres que fazem parte deste executivo e da nossa Assembleia de Freguesia, saúda todas as mulheres, em particular as mulheres da nossa União de Freguesias, no Dia Internacional da Mulher.
Feliz Dia Internacional da Mulher!